Bem vindos ao meu blog! Aqui conto histórias adocicadas de mãe do Guga do Jomi e da Sofi Relato histórias de uma mãe babada/galinha como todas as outras, rendida a uma dedicação total aos 4, pois o pappy tambem conta!

07
Mai 09

(Imagem retirada da net)

Preciso desabafar senão enlouqueço!
A mulher do um nosso amigo é uma péssima mãe/esposa. Ela não  só chantajeia os filhos como bate (algumas vezes de cinto) principalmente no mais velho, que é da idade do Jomi .Muitas vezes, esquece-se de acordar os míudos para irem para a escola.
A  família sempre foi contra esse relacionamento, mas o nosso amigo insistiu e acabou  casando. Ela é jovem, 10 anos mais nova que o marido e deve ter algum problema psiquiátrico, que não sabemos bem qual, ou se é mesmo fingimento da parte dela. Também é do tipo de armar "barraca" por qualquer coisa e em qualquer lado.
Ele pediu o <divórcio  recentemente, porque estava farto de ser traído, pagar as contas dela, e não ter carinho nenhum por parte dela. Apesar de tudo, ele ainda insisti em partilhar a casa com ela, visto ela não ter rendimentos, e para o bem das crianças. Ele paga as contas que ela faz nos diversos locais, ela vai de fim-de semana com o novo “namorado” .
 Também maltratou este nosso amigo, psicológicamente e batendo-lhe, uma das vezes á minha frente e da empregada deles ( isto só acontece por ele ser bom demais, ter um problema fisico congénito ). Além de não ser uma boa esposa, fala mal do pai para os filhos e a usa-os para fazer chantagem . contando-lhes coisas ,que pessoalmente ,não acho apropriado para a idade ( sexo, amantes,etc, tenta-os por contra o pai e todos que a contrariem).
Eu estou arrasada,cansada, porque essa situação é mais que insustentável.  Já fomos com ele participar a polícia, as ameaças feitas pelo “namorado” ao marido, das agressões fisicas que ela infligiu , umas das vezes empurrou-o,como tem fragilidade óssea, provocou-lhe fracturas do femur e do ombro,tendo ele sido operado. ( ele sempre encobriu tudo) .Despediu a empregada, quando descobrui que esta tinha contado tudo ao marido, fingia-se doente, e mal este saía dançava e cantava ,feliz da vida de o ver de rastos, tudo isto a frente da empregada. Mal dava fé de o carro chegar deitava-se na cama ,com ar de muito deprimida. Mandou msm a empregada com ameaças, e depois contou aos filhos que esta a tinha ameaçado. A empregada que eles adoravam, que lhes dava carinho, tenta por as crianças contra ela.
Aconselhamos-o a abrir um processo de divórcio e lutar pela guarda dos filhos, mas ele  não quer afastar a mãe dos filhos.
A verdade, é que me doí ver estas duas crianças, a presenciar as cenas de gritos da mãe,de insultos ao pai, de constante pressão psicológica. até quando um homem aguenta semelhantes agressões psicológicas, de ameaças, ver os filhos sofrer, aturar humilhações e ver a vida deles exposta de tal forma? De a ter no local de emprego a ameaçar fazer escandalo? Será este o nosso futuro, de um doente, ou não fazer o que lhe vem a cabeça, e ninguém por termo a esta situação? Estou mais habituada a ver estas situações ao contrario...
Eu sei que os filhos são deles... Mas,sempre que algo acontece, lá nos liga ele aflito., a pedir ajuda.
Nunca tinha visto o ar de medo e pavor de um homem,  dói-me o coração de ver estas crianças nesta situação.
Sinto uma raiva da mãe deles e não consigo nem olhar, falar, sim porque sempre estive ao lado dela quando precisou.Sempre ouvi o lado dela,sem julgar ninguém. Sinto-me usada,enganada por ela...
Temo pelo futuro dos míudos, que estão a crescer num ambiente cheio de discórdia, gritos e violência. 
 Nenhum ser humano deveria passar por isto...
publicado por guguinha às 22:51
sinto-me: angustiada

Apetece-me chamar-lhe uma série de nomes feios, mas quem sou eu, que não a conheço.É uma situação deveras complicada, tenho penas deles, fogo!!!
Bj
mamaepedro a 8 de Maio de 2009 às 09:50

Sim ,amiga , é para ter pena...dos três ,ou melhor de todos, menos desta senhora. Agora ,já diz que vai embora para a terra dela, e deixa os filhos, então para que andou a confundir, chantagear as cabecinhas deles? Só tenho a dizer , é uma completa maluca. Beijocas Guguinha
guguinha a 13 de Maio de 2009 às 19:16

Este teu post é realmente triste, mas infelizmente, é uma realidade talvez mais comum do que se desejaria... Como crescerão essas crianças, ao verem um ambiente desses na propria casa?
É de lamentar.
Tenta dar força a esse teu amigo para avançar com um processo de divorcio e fazer-lhe ver que mais vale não conviver com uma mãe dessas, para bem dos seus filhos.
Miss M a 8 de Maio de 2009 às 10:45

Olá, penso que já está decidido a isso. Ele tinha pena dela e aguentou tudo isto anos, sempre calado. Chegou ao limite. Quando decidiu , ele ficou "louca", a sério! Ele ligou ao C a pedir ajuda, e nós fomos logo lá. Parecia um animal incontrolável. Bateu-lhe, e se não fossemos nós , não sei mais o que lhe faria. O P é um homem, como já devem existir poucos. Deixou que ela ficasse lá em casa, e desde aí que é só chantagem com os filhos, gritaria com ele. Mas penso que já deve estar a acaber. Beijocas , Guguinha
guguinha a 13 de Maio de 2009 às 19:20

A familia completa

My Family from WiddlyTinks.com
mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
14

17
19
21
22
23

24
25
26
27
28
30

31


Onde estou
Awareness Ribbons Customized - ImageChef.com
Quem me visita e visitou
online
eXTReMe Tracker
blogs SAPO