Bem vindos ao meu blog! Aqui conto histórias adocicadas de mãe do Guga do Jomi e da Sofi Relato histórias de uma mãe babada/galinha como todas as outras, rendida a uma dedicação total aos 4, pois o pappy tambem conta!

02
Fev 09

 

Tenho um grave problema em casa.
O meu filho do meio, que neste momento tem 11 anos, no ano passado foi dos melhores alunos da turma, inclusive foi para o quadro de excelência.
Mas o meu filho não é delinquente, ao contrário é um miúdo que é contra a violência e é até bastante dócil.
E eu não podia deixar de expressar um comentário aos acontecimentos relativos à educação em Portugal.
Realmente nos dias que correm dar aulas é cada vez mais uma grande aventura.... Ou então é como fazer um grande safari, onde de vez em quando encontramos uns "animais" ferozes, outros muito difíceis de domar, enfim, uma autêntica selva....
Já quando eu andava no secundário aquilo era uma selva, imagino então agora....
Cada vez mais os miúdos são constantemente postos à prova pelos colegas, e têm atitudes que muitas vezes não são das suas características, mas porque os "amigos" estão a ver, então agem de forma impulsiva; sim, porque todos os miúdos querem integração na sala de aula, aqueles que não se integram são gozados, são expostos ao ridículo... Todos os que tenham comportamentos diferentes são "martirizados"!!
Nos dias de hoje mesmo com as tecnologias novas, que os alunos têm á disposição, as crianças e adolescentes, desmotivam-se da mesma escola por vários motivos.
Os horários são extenuantes, as aulas são "uma seca", enfim quem tem filhos sabe bem o que estou a falar.
Eu esforço-me por lhe ensinar valores morais correctos, por lhe incutir responsabilidade e educação; mas não posso controlar todos os seus movimentos! O meu filho é criado num ambiente saudável, ou seja, tem amor, tem carinho, tem educação, tem compreensão, diálogo; enfim nós esforço-nos ao máximo... Mas não sei se, ele num momento de raiva, ou mesmo de loucura, se esquece de todas as boas práticas que lhe vamos ensinando, e tem um momento reprovável…e sim, é condenável, sim!
 
Mas, ok não significa que não tenha tido educação, em casa...
 
É obvio que os professores não vão para as aulas para serem insultados, mas lembrem-se que, são pré-adolescentes em conflito com eles próprios( são crianças, são semi-adultos, nada são...). Para isso tiveram pedagogia e outras cadeiras no seu curso. Há muitas formas de se levar a água ao moinho...
Acho que em certos casos, como o meu filho devia ser acompanhado noutros níveis de ensino, em que o aluno fosse mais motivado, e não tivesse tantos momentos parados.
Mas o que fazer a um miúdo que tem uma inteligência superior á maioria dos alunos, e que não se adapta ao tipo de aula padronizada?
Um miúdo que tem vários 4ºs e 5ºs a Português e Matemática não é um miúdo qualquer, pois não? Um miúdo que facilmente adquire os conhecimentos, será por esse motivo malcriado, por querer saber mais? Por se aborrecer por ouvir sempre a mesma coisa? Por ter por vezes comentários inapropriados a situação (sem ser malcriado?!)
Porquê estigmatizar um miúdo pelo facto de ter 1,74cm e ter apenas 11 anos?Porque carga de aula tem de ficar sempre nos últimos lugares da sala?
Quero aqui dizer que isto foi um desabafo meu,
Acho que ter um blog facilita falar sobre certos assuntos, pois descarrega-mos o que vai na nossa mente que anda a fazer "ferver" os meus neurónios.
publicado por guguinha às 15:20
sinto-me: Fula

como te entendo....
não é nada de outro mundo...teu menino tem um corpo que lhe grita:és homem e um espirito cheio de menino. Claro que está insatisfeito...é normal.
Tem calma, pois ainda virá mais temporal, mas não te esqueças que depois vem bom tempo. Nem tentes entende-lo. Aceita-o, ouve-o e dá-lhe tempo.
Beijo e boa sorte
adnirolfpa a 2 de Fevereiro de 2009 às 15:40

Sabes, eu entendo-o, aliás cá em casa sou eu que me apercebo sempre que está alguma coisa de errado com ele. O problema é na escola, pois não estando ocupado, interessado no assunto, ou seja falta de motivação , o Jomi pura e simplesmente desliga o fio terra. Depois são pequenos desenhos nos cadernos,etc...
Tem outro defeito , é que quando acha que tem razão não se cala, ainda não entendeu que muitas vezes tem de ouvir e calar, por muito que lhe custe.Beijinhos , Guguinha
guguinha a 2 de Fevereiro de 2009 às 22:55

Primeiro de tudo, parabéns pelo menino inteligente que tens, aposto a baba que para aí vai, mas parece que até isso é propicio a problemas em vez de ser ao contrário... mas enfim, a sociedade continua a ser muito injusta e realmente ser pré ou adolescente é muito complicado, lembro-me muito bem das minhas inseguranças...
Nem sei que dizer mais...

Beijinhos
mamaepedro a 2 de Fevereiro de 2009 às 16:01

Sabes, tenho muito orgulho em cada um dos meus filhotes. Todos eles são especiais, e cada um tem a sua personalidade. O Jomi sempre teve o sentido da justiça mais elevado para a idade que tem , o que por vezes entra em conflito com a própria idade dele. Nesta fase da vida dele, acha que tem piada o que diz. Como é extremamente alto, por vezes confundem e acham que ele já é mais velho. Esta última vez que fui á escola , apeteceu-me mesmo ser indelicada, pois a prof . de matemática , veio com uma forma de falar para nós pais, como se nós fossemos uns incapazes de educar um miúdo, pois ele tinha dado uma resposta a um comentário dela a outro aluno e esperava que a resposta fosse "desculpe", aí ela disse , "sabem o que o vosso filho respondeu? Dá-lhe beijinhos!" "Desculpem ,mas isto é mal criadeza ..." Fiquei em estado de choque, não achei que fosse ser malcriado, inopurtuno, talvez,mas malcriado? Não. Até porque quando chegamos a casa e lhe perguntamos , ele nem sequer tinha dito nada. É por isso que me sinto triste. E então a frase que mais detesto ouvir é " os pais também tem de colaborar", bolas não é o que tenho feito este tempo todo!. Beijinhos e desculpa o desabafo, Guguinha
guguinha a 2 de Fevereiro de 2009 às 23:11

Acho que fazes bem em desabafar! Afinal, cada um tem o seu blog para escrever o que lhe apetecer.
Só não percebi muito bem o teu problema. Parece-me que o teu filho é bastante desenvolvido para a idade, que a nível intelectual, quer fisico. Todos os miudos dessa idade têm as suas respostas mais azedas. Mas dizes que ele é tratado de forma diferente dos outros?
Miss M a 2 de Fevereiro de 2009 às 16:10

Não , não é tratado de forma diferente. Simplemente tudo o que acontece , para determinados professores é sempre ele, mesmo não sendo. E quando se vai averiguar a verdade, nem sequer foi ele. E as desculpas pelas palavras mal ditas por quem só viu metade da história?
Só digo que é pena ele ter 11 anos ser extremamente alto, não conseguir fechar a "matraca". A não conseguir estar atento, quando não está motivado.É só isso. Beijinhos ,Guguinha
guguinha a 2 de Fevereiro de 2009 às 23:15

Sinto que isso também se passa comigo e agora também com o meu irmão (que tem mais um ano que o seu filho). Só porque o meu irmão, desde o 5º ano, tira 100% em todos os testes de matemática, os professores chegaram a telefonar cá para casa a dizer que ele só podia usar cábulas --' ele ás outras disciplinas é aluno de 4, mas a Matemática desde pequenino que sempre se destacou e realmente e os professores acham muito estranho (não percebo porquê) e colocam-no a Matemática nos últimos lugares da sala. Ele até nem estuda muito (é um bocado preguiçoso para estudar) mas tem uma capacidade de cálculo e raciocinio superior à dos colegas e muitas vezes é posto de parte das aulas.

Quanto ao seu filho...não sei como é o ensino na escola dele nem tudo isso mas...o esquema que eu comecei a adoptar este ano é, quando acabo os exercícios da disciplina e os meus colegas ainda estão a começar a fazê-los, peço autorização ao professor/a para rever a matéria da disciplina que vou ter a seguir ou então limito-me a ver o que vou dar na próxima aula nessa mesma disciplina.
Talvez ele por ter ainda essa idade vai preferir ficar a conversar com os colegas enquanto "mata o tempo", mas sempre lhe pode sugerir fazer algo útil de modo a aproveitar o tempo.

O que eu tenho dito é: o ensino português prejudica os bons alunos e dá méritos aos medianos-maus. (é o que eu tenho sentido nos meus 11 anos de escola, infelizmente =/)

Beijinhos *

(antigamente http://ritynhaa.blogs.sapo.pt , agora http://um-outro-olhar.blogs.sapo.pt)
Ilusão de Óptica a 2 de Fevereiro de 2009 às 19:01

Pois é minha querida, não se pode ser diferente, esse logo apontado. Mas continua no bom caminho, O Jomi tambem costumava fazer isso. Ele em casa quase nem estuda ,mas o facto é que o habito do estudo é necessário para quando se chega ao 10º ano e por aí em diante. Beijinho grande Guguinha
guguinha a 2 de Fevereiro de 2009 às 23:18

Como eu te compreendo, não a esse nível , pois o Cris ainda nem na pré-adolescência está... Mas a diferença é sempre tão mal encarada. Eu na última reunião, senti-me, sei lá como, quando a professora disse que o Cris em termos comportamento era o pior, pois nunca estava quieto nem calado, todos os pais se voltaram para trás com uma cara de pena ou como se eu não soubesse educar o meu filho. A professora esqueceu-se foi de dizer na mesma reunião, perante todos os pais que o meu filho é o que tem o raciocínio mais rápido, é pena só alguns pais saberem disso, talvez não olhassem para mim daquela maneira. Pois apartir de agora vou dizer a todos os pais que por acaso ainda não saibam... O rapaz não tem culpa é de ter energia a mais... E é calão para estar sempre a repetir a mesma coisa...
Beijocas e força para o do meio. Viva a diferença
Já te disse que o Guga também é diferente e vai fazer consultas de desenvolvimento e terapia da fala e essas coisas assim. Mas já fala muito melhor e diz muita coisa, a operação valeu muito...
LEA a 2 de Fevereiro de 2009 às 20:16

Tens toda a razão, só se aponta e fala das coisas menos boas, das qualidades não interessa , os pais já sabem.
Ainda bem que o Guga ficou bem , também o merecia por tudo o que já passou. Um grande beijinho para todos, Guguinha
guguinha a 2 de Fevereiro de 2009 às 23:21

Como sei que andas por ai... Como está o teu pai?
Beijocas e obrigada
LEA a 2 de Fevereiro de 2009 às 23:28

Olá, o meu pai , agora está mais ou menos bem. Isto é esta controlado. Passou a fazer insulina e neste momento é acertar com a dose. Vamos andando um dia de cada vez. Beijocas, Guguinha
guguinha a 3 de Fevereiro de 2009 às 20:55

Oh amiga!
As coisas agora são diferentes em algumas coisas mas no fundo crescer é sempre igual. É muito duro.
Sei bem do que estou a falar pois, tal como o teu Jomi, também eu sempre tive boas notas. Tive sempre 5 a tudo e vivi sempre rotulada de "marrona", "graxista", "craneo" e tudo o mais que te possa passar pela cabeça. Foi dificil? Um pouco. Tinha sido bem mais fácil ser a mais bonita, ou a mais popular, ou a mais rica da escola. Tinha sido mais fácil, mas não me tinha tornado em quem eu sou.
Tive uns pais presentes, que sempre me deram redea curta e nunca me permitiram resultados aquem daquilo que eu era capaz. E hoje agradeço-lhes.
Dá ao teu menino a certeza de um porto de abrigo e deixa-o ser ele a enfrentar algumas tempestades. A provação de hoje tornar-se-á na força de amanhã.
Um beijo grande para ti e para ele.
Migas a 2 de Fevereiro de 2009 às 22:42

Obrigada amiga ,nem sabes o bem que sabem as tuas palavras. Mas o Jomi que até ao 4º ano chorava quando não tirava acima de Muito Bom , este ano ,diz que fica triste quando tira bom, mas não diz nada ,para que os colegas não o gozem... Tenho muito medo que tudo isto acabe mal. Beijinhos Guguinha
guguinha a 2 de Fevereiro de 2009 às 23:24

ola eu estou numa situaçao muito parecida , e so agora e que descobri, pois o meu filho é muito sociavel e muito bom aluno so por isso nao imaginava que fosse posto de parte por nao fazer o que os outros fazem ou seja sempre que tenta nos chamamos o a razao e ele nao nos explicou nada mas nos sabiamos que ele fazia ou tentava fazer igual aos outros para se sentir igual mas nunca imaginavamos que ele fosse podto de lado . mas hoje eu andava a ver os hi5 e foi ai que reparei e falei com ele e estou de rastos pois o meu tem a educaçao e o carinho que os outros deviam ter e fico triste de ele se sentir a parte por meninos que desculpem o termo maioria seram futuros delinquentes(se ja nao o forem )ele este ano vai para o 8ºano sem nunca chumbar
e sempre sem negativas e ja estou com receio pois vai ficar com a mesma turma claro tirando os que ficaram para tras .estamos num pais completamente ao contrario
RUTE SILVA a 26 de Agosto de 2009 às 14:18

Olá, sabes o meu filho não tem problemas de sociabilidade. Tem de facto muitos amigos. O que acontece, é que não sabe mesmo "ouvir e calar". Se achar que deve falar fala, sem olhar se é o professor, pai, mãe ou avós.
Este ano optamos por transferi-lo de escola. Vamos ver se as coisas correm melhor. Com os colegas de turma . já são poucos, os que ficam na mesma turma. Há que apoia-los e encentiva-los a conviver, praticando desportos colectivos, ou o escutismo. Fazem muitos amigos e apreendem a ser solidários. Beijinhos Guguinha
guguinha a 27 de Agosto de 2009 às 15:22

Boa tarde. O meu nome é Carla Leal Ferreira e sou jornalista num programa da TVI. Estamos a preparar uma temática sobre os adolescentes e gostaríamos de ter em estúdio pais que sabem ou não lidar com os seus filhos adolescentes. Quando vi o seu post, resolvi entrar em contacto mesmo sabendo da possibildiade de não estar interessada. Se for esse o caso, poderá, no entanto, ajudar-me a encontrar pais e filhos que gostassem de participar. Deixo-lhe o meu email e fico a aguardar uma resposta o mais breve quanto possível para o [email]carlotinhaleal@gmail.com[/email]. Muito obrigada pela atenção e desculpe a invasão.
Carla Leal a 21 de Julho de 2011 às 15:37

A familia completa

My Family from WiddlyTinks.com
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

16
18
19
20

22
24
26
28


Onde estou
Awareness Ribbons Customized - ImageChef.com
Quem me visita e visitou
online
eXTReMe Tracker
blogs SAPO