Bem vindos ao meu blog! Aqui conto histórias adocicadas de mãe do Guga do Jomi e da Sofi Relato histórias de uma mãe babada/galinha como todas as outras, rendida a uma dedicação total aos 4, pois o pappy tambem conta!

21
Nov 08

(Imagem tirada da net)

Há já uns dias que eu não vou comentar ninguém, até queria, mas não tem  dado. Fim-de-semana passado foi cheio, foi congresso, sexta e  sábado (quase nem vi meus filhotes!), e domingo jantar nos meus cunhados. Jomi foi para volley sábado e torneio no Domingo pela manhã, etc. Muita coisa boa e muito cansaço…
Segunda-feira eu estava com uma dor no corpo e na cabeça, o que não motiva ninguém  a postar, escrever, e a internet simplesmente esconder.
Também foi uma semana de ponderação, sobre a vida, sobre valores, e sobre educação dos filhos.
Tenho lido muito coisa válida pelos blogs que frequento, mas sem tempo para comentários. Outro dia, eu estava vendo umas fotos no album de um amigo que está fora do país. Ele,é completamente "amigo" de um tigre. Eu perguntei onde aconteceu aquela maravilha, e ele respondeu, que foi num lugar, onde os monges criavam os tigres soltos, desde pequeninos. Que eles eram dóceis e educados, como gatinhos domesticados. Eu passei a semana pensando sobre isso.
Bolas! Eu também crio os meus filhos soltos, desde de pequeninos, e tantas vezes eles me parecem feras indomáveis, he, he, he.
Então o Jomi está numa fase respondona,  ora de absoluto silêncio metido no seu canto. Ás vezes nem reconheço o meu menino. Tenho que contar até dez,... Vinte vezes.
 Se calhar tenho que mudar a filosofia, e virar monge! Eu examino o problema de dentro, e tantas vezes tento ver (e não é fácil) onde está o erro. É sempre mais fácil comentar os filhos dos outros, o erro dos outros pais.
O Jomi é o meu filho do meio, pelo qual tenho um carinho especial, sempre foi um menino carinhoso, sensível e preocupado com os outros. Comparando ele com outras crianças, ele é bem-educado e até obediente. É muito bom aluno, mas pouco estudioso, é uma guerra lá em casa para o fazer olhar para os livros. Perguntam então vocês de que eu estou protestando, então? Ele está mudando. Deixando de ser tão obediente, dando respostinhas mordazes, que me soam ora engraçadas, tiradas inteligentes, ora falta de respeito comigo e com o pai, com os avós e provavelmente com os professores. Mas o que mais me irrita, é falar, explicar, explicar, e explicar... e ele, dizer que realmente agiu errado, que não volta a fazer, e… continua fazendo o que não deve, desobedecendo. Eu tenho uma criancinha em casa ( o Guga), sei que crianças pequenas aprendem pela repetição. Mas ele já tem 11 anos. Ele entende, e muito bem, o que lhe é explicado, há primeira. À décima vez, eu estou com meus nervos á flor da pele. Acho que a adolescência caiu em minha casa para ficar Eu não estou nem um pouco disposta deixar que ela transforme os meus filhos em verdadeiros terrores. Acho que vou precisar de uns de uns anti-stress extras, ah, ah, ah, ah.
Alguém aí sabe como domesticar pré-adolescentes?
Se sim, mandem as dicas.
publicado por guguinha às 10:16
sinto-me: Prestes a stressar

Obrigada amiga és um amor, grande beijinho Guguinha
guguinha a 25 de Novembro de 2008 às 15:22

É pá, nem sei o que te diga. Agora até tenho medo que o Cris chegue à pré-adolescência. É que eu também sempre deixei a corda um pouco solta, para ver as escolhas que faz. E agora???
Não tenho filhos adolescentes nem pré... Por isso não posso ajudar. So com o meu apoio à mãe. Tem paciência, muito chá de camomila e conta até 100.
Beijos
LEA a 24 de Novembro de 2008 às 22:40

Pois é amiga, vai-te preparando, pois aqueles doces e amorosos meninos passam a caladinhos, ou semopre a refilar. As vezes tanto eu como o pai até fingimos que nem ouvimos os comentários. Mas pensando bem , provavelmente tambem fomos assim. Beijocas , Guguinha
guguinha a 25 de Novembro de 2008 às 15:17

Minha querida, espero que estejas melhor. Ser mãe não é fácil e ser mãe de 3 ainda menos. Tu consegues, és uma mãe fantástica, 5 estrelas.
Beijinho e muita força.
Estupefacta a 25 de Novembro de 2008 às 12:48

Obrigada amiga, mas as vezes acho que não vou conseguir. O Jomi tem 11 anos é um menino inteligente, mas não consegue ficar sem dar a ultima palavra. Alguns professores aceitam outros não, e logo chegam os recardos na caderneta. Já lhe perguntei se ele fosse a mãe e eu o Jomi e se estivesse sempre a acontecer isto o que faria, respondeu-me quedava-me outra oportunidade. E sabes acho que é isso que vou fazer, afinal ele é o meu menino amoroso que está na pre-adolescência. Beijinho Guguinha
guguinha a 25 de Novembro de 2008 às 15:22

Resposta inteligente a do Jomi e, se me permites, é isso que deves fazer.
Um grande beijinho e força
Estupefacta a 25 de Novembro de 2008 às 17:03

É mesmo isso que vou fazer, se não der resultado vou-te pedir ajuda afinal és mãe e professora, consegues ver melhor as duas partes,eh,eh,eh. Um grande beijinho,sabes que gosto mesmo de falar contigo não sabes?, Guguinha
guguinha a 25 de Novembro de 2008 às 20:33

A familia completa

My Family from WiddlyTinks.com
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
20
22

23
24
26
28
29

30


Onde estou
Awareness Ribbons Customized - ImageChef.com
Quem me visita e visitou
online
eXTReMe Tracker
blogs SAPO